Guia dos Solteiros

Quer estudar e ta sem grana? Veja como o Pronatec pode te ajudar!

pronatec

Você já deve ter ouvido falar do Pronatec pelo menos uma vez na vida – lembra-se nas eleições de 2014 quando a candidata Dilma sugeriu que uma economista fizesse o Pronatec e isso virou meme na internet? O que provavelmente muita gente ainda não sabe é que, de fato, o Pronatec é um programa criado para melhorar as possibilidades profissionais de quem almeja patamares mais sólidos no mercado de trabalho.

O que é o Pronatec?

Chamado Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec é algo novo na realidade brasileira: foi criado pelo Governo Federal em 2011, com o objetivo claro de ampliar a formação profissional qualificada através da educação. A ideia é que, através da educação profissional tecnológica, jovens do país inteiro possam sonhar com um futuro onde o emprego é uma certeza, e não uma possibilidade. Além disso, o Pronatec também tem como objetivo melhorar a qualidade do ensino médio público, capacitando ainda mais os estudantes para o ingresso no ensino superior.

pronatec

Todos os cursos ofertados pelo Pronatec (que também é voltado para trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda) são gratuitos e podem ser encontrados em todas as partes do Brasil que tenham instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, além daquelas do “Sistema S” (SENAI, SENAT, SENAC e SENAR). Em 2013, a lei que deu origem ao Pronatec ganhou um adendo e, agora, até mesmo as instituições privadas habilitadas pelo MEC ofertam cursos do programa de acesso ao ensino.

 

Estima-se que, em todos os anos desde sua criação, o Pronatec tenha realizado mais de oito milhões de matrículas para cursos técnicos e de formação inicial e continuada, mostrando que o programa tem atrativos para quem vislumbra o mercado de trabalho – e chancela para continuar operando. De lá pra cá, algumas iniciativas do Pronatec foram manchete por seus bons resultados; dessa leva podemos citar o Programa Brasil Profissionalizado (de educação profissional e tecnológica integrada ao ensino médio da rede estadual), e-Tec Brasil (rede onde são ofertados gratuitamente cursos técnicos e de formação continuada, além de qualificação profissional, na modalidade ensino à distância), além da Bolsa Formação (cursos técnicos para quem conclui o ensino médio) e do Acordo de Gratuidade com os Serviços Nacionais de Aprendizagem (com vagas gratuitas destinadas à população de baixa renda, em especial para estudantes e trabalhadores, nos cursos técnicos e de formação inicial e continuada).

 

Para se inscrever no Pronatec, fique atento às vagas que são abertas em escolas públicas estaduais, nos Serviços Nacionais de Aprendizagem (como SENAI e SENAC) e nos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia. São nessas instituições que as ofertas pelas bolsas surgem, visto que não existe um sistema unificado de inscrições.

 

Para quem ainda não sabe o que quer fazer, ou não sabe se terá dinheiro para investir na carreira acadêmica, começar com o curso técnico é uma boa pedida. É ele que vai mostrar todo o potencial do estudante – e ainda garantirá uma renda para ajudar nos futuros estudos.

Dúvidas e sugestões podem deixar nos comentários!

Adicionar comentário