Guia dos Solteiros

4 dicas essenciais para economizar na hora de trocar de celular

Normalmente, somos capazes de continuar com um mesmo smartphone por dois ou três anos, até que o aparelho começa a mostrar sinais de obsolescência e nos vemos sendo obrigados a trocá-lo por um novo.

Como é de se imaginar, muitas coisas mudam em dois anos, novas tecnologias surgem e novas tendências são seguidas. Aliado a isso, nos depararmos com um número cada vez maior de marcas e modelos. Com tantas possibilidades, encontrar um celular barato que seja capaz de suprir as nossas necessidades não é uma tarefa fácil.

Para nos ajudar nessa escolha, o Promobit separou algumas dicas essenciais para quem pretende economizar na hora de trocar de celular. Ainda não conhece o Promobit? Com mais de 450 mil membros, eles são simplesmente a maior comunidade de ofertas da internet. Por dia, mais de 300 ofertas são postadas em sua plataforma, todas verificadas uma a uma, por uma equipe de curadoria, garantindo que são promoções de verdade.

Você pode acompanhar essas ofertas direto no app promoções do Promobit. E antes de trocar de celular, confira as dicas que eles separaram para a gente.

  1. O mais novo não é necessariamente o melhor

    A primeira coisa que muita gente faz ao iniciar as pesquisas por um novo smartphone é descartar todos os modelos lançados no ano passado. Isso é um erro que pode pesar no bolso.

    Celulares são sempre lançados com valor inflado, ou seja, preço maior do que o que eles realmente valem. Comprar um smartphone no lançamento significa gastar uma quantia que poderia ser economizada e, principalmente, deixar de lado um modelo superior para pegar um mais recente.

    A dica aqui é pesquisar por smartphones do ano passado que são elogiados por aqueles que os possuem. Você pode se surpreender com o desempenho que alguns deles apresentam e o quão pouco eles custam. Um exemplo disso é o Galaxy S7, modelo topo de linha de 2016 que segue como melhor custo-benefício até os R$ 1500.

    2. Tamanho não é documento

    Existem pessoas que gostam de ter em mãos smartphones grandes, enquanto outras preferem aparelhos compactos. Isso é questão de preferência pessoal, mas que não pode prevalecer na comparação entre dois celulares.

    Os aparelhos atuais possuem telas maiores do que os anteriores, mas por um bom motivo: as fabricantes estão abandonando as bordas. Poucos celulares contam hoje com aquelas áreas nas laterais que não possuem função alguma, eles estão sendo dominados pela tela, ficando mais simples de usar e mais bonitos.

    Alguns smartphones atuais de 5.8 polegadas são do mesmo tamanho de modelos de 5 polegadas de dois anos atrás, portanto não se apague a estes números. Sempre faça um test-drive do modelo em uma loja física ou quiosque da própria fabricante antes de tomar sua decisão e fique com aquele que preferir, independentemente do tamanho da tela.

    3. Faça sua compra pela internet

    Após testar o celular na loja física, um vendedor poderá tentar lhe convencer a ficar com o aparelho. O preço cobrado, no entanto, será muito maior do que o modelo realmente vale e, caso haja promoção, pode ter certeza de que na internet o valor está menor.

    Procure por históricos de promoções do smartphone em questão na internet e veja o preço médio cobrado por ele em oferta. O site Promobit, por exemplo, reúne promoções de celulares e vários outros produtos apenas de lojas confiáveis. Você pode utilizá-lo para saber qual o preço justo daquele modelo em questão. Além disso, o Promobit possui uma área de cupons de desconto, que ajudam a diminuir ainda mais o valor dos aparelhos

    O Promobit conta com um recurso muito útil, chamado Lista de Desejos. Lá, você coloca o celular que quer comprar, define o quanto quer pagar e espera até uma oferta aparecer. Quando surgir uma promoção daquele celular com preço baixo, você será notificado e poderá comprá-lo com segurança e tranquilidade, um ótimo recurso para a Black Friday.

    4. Discuta com quem entende do assunto

    Caso não entenda muito sobre smartphones ou não saiba quais os modelos atuais do mercado, peça ajuda para quem entende do assunto. Fóruns e comunidades de ofertas estão repletos de pessoas que testam diferentes modelos e estão sempre dispostos a ajudar.

    Defina o valor máximo que você pode pagar e as pessoas poderão te indicar bons celulares que se encaixam no seu orçamento e que valem o preço cobrado pelas lojas.

    Outra dica é definir suas preferências pessoais, como bom conjunto de câmeras, bateria grande ou suporte a carregamento rápido. Essas são características que fazem diferença no dia a dia e podem ou não estar presentes em um smartphone.

    Seguindo essas dicas simples, você terá a certeza de estar comprando um bom smartphone que atende suas necessidades e se encaixa no seu orçamento, com recomendações de quem entende do assunto. Você também estará pagando um bom preço comprando pela internet, em lojas confiáveis avaliadas e filtradas, como o Promobit.

1 comentário