Guia dos Solteiros

Como apresentar um gato adulto para outro

Você, solteiro, depois de muito ponderar arrumou um gato. Mas agora acha que ele está ficando muito sozinho em casa e decidiu que o ideal é arrumar uma companhia pra ele. Mas como proceder? O Guia vai te ensinar a apresentar gatos um para o outro.

Gatos são bichos territoriais e, por isso, naturalmente quando encontram um outro gato que antes não conheciam, tendem a disputar o ambiente. Eles ficam com muita cara de bravos e chiam muito um para o outro, mas isso não significa o fim do mundo.

Primeiro temos que entender que é necessário ter muita paciência ao apresentar um gato adulto para outro gato. O processo pode levar semanas, assim como pode levar poucos dias. Mas se o seu gato é um típico gato o processo de apresentação provavelmente levará mais tempo.

Chegando na casa nova

Você não deve apresentar os dois gatos logo de cara. Eles não devem se ver! É necessário que o gato novo fique separado do outro. O ideal é que você deixe ele sozinho em um cômodo, para se adaptar aos cheiros novos da casa.
Ele pode estar assustado no início, principalmente se for adulto também, por isso é necessário deixar lugares “esconderijos” espalhados. Lugares em que eles se sintam seguros, como caixas, por exemplo, ou algum lugar alto para que ele possa se distanciar do que está acontecendo.

gato-assustado

Associando os cheiros a algo bom

Você deve fazer o papel de mediador. Pegue uma meia e faça carinho em um gato. Posicione essa meia ao lado do potinho de ração, para que o gato associe o cheiro do outro a algo agradável (a hora da refeição, no caso). Faça o mesmo procedimento com o outro gato.

gato-comida-meia

Encontro supervisionado

Depois que os gatos já estiverem aclimatizados com o cheiro um do outro é hora de apresentar cara a cara. Lógico que você não vai forçar os gatos a se verem de uma distância muito próxima. Novamente: é importante que os gatos se sintam seguros e que possam se esconder caso achem necessário. Por isso o ideal é que seja um lugar amplo, uma sala por exemplo, e que encontro seja sempre supervisionado.

gatos-brigando-size-620

Paz nos estádios

Quando os gatos não mais se assustarem com a visão um do outro e não estiverem chiando ou desconfiados, é porque eles estão finalmente acostumando com a presença um do outro. Os encontros já não precisam mais serem supervisionados. Por isso, não é mais necessário que o gato novo fique separado do outro. Comece aos poucos a colocar as vasilhas de ração mais próximas uma da outra. O mesmo vale para as caixas de areia, embora seja recomendado que você jamais cole uma caixa de areia na outra.

Aos poucos eles vão entender que não precisam brigar para receber carinho, afeto e comida. Que podem conviver em harmonia. E aí quem sabe até comecem a dormir juntos?

gatos-dormindo

 

Uma dica também para facilitar a sua vida é castrar os seus gatos. Além de diminuir a agressividade e a marcação de territórios, você evita estresses desnecessários, doenças, cios e filhotes (caso os seus gatos sejam um casal).

Adicionar comentário

Receba nossos artigos por e-mail:

Digite seu email:


Política de Privacidade