Guia dos Solteiros

O que é Jejum Intermitente (JI)?

O jejum intermitente (JI) geralmente descreve um conceito simples: você pode comer praticamente o que quiser, mas apenas durante um período específico de tempo.

Jejum com restrição de tempo: este cronograma, que inclui o popular método 16:8, você jejua por cerca de 16 horas por dia e come dentro de uma janela de oito horas? A maioria das pessoas faz isso iniciando seu jejum à noite, pulando o café da manhã e comendo sua primeira refeição na hora do almoço. Isso lhes dá mais sete ou mais horas para se alimentar até amanhã.

Jejum modificado: Essa opção, comumente conhecida como dieta 5:2, permite que você consuma cerca de 25% de suas necessidades calóricas recomendadas em dois dias de jejum por semana e coma sem restrição nos outros cinco dias.

Outro muito famoso é o Protocolo Jejum Intermitente, que já faz parte do dia a dia de muitos homens e mulheres pelo mundo.

Jejum Alternativo: Neste estilo menos regimentado, você alterna entre períodos de consumo de bebidas de zero caloria e alimentação. Os jejuns podem terminar depois de menos de 12 horas, enquanto outros podem se esticar por uma semana inteira! O método Eat-Stop-Eat, por exemplo, exige um jejum de 24 horas uma ou duas vezes por semana.

O trabalho de jejum intermitente para perda de peso?

jejum intermitente para perda de peso
Perdendo peso com jejum intermitente

Neste momento, há algumas alegações, mas não muito pelo caminho da ciência em favor do jejum intermitente a longo prazo para a saúde ou a perda de peso.

O jejum de dias alternados não ajudou as pessoas a perder mais peso ou manter o peso mais tempo do que as pessoas que simplesmente restringiam as calorias diárias, de acordo com um estudo de 2017 publicado no Journal of American Medical Association.

Alguns pequenos estudos com animais ligaram o jejum intermitente à redução da produção de insulina e à absorção de açúcar nas células gordurosas, levando a um menor risco de doenças crônicas. O pensamento é que o jejum pode dar a seus órgãos vitais, hormônios digestivos e funções metabólicas uma “quebra”, mas, novamente, esses estudos foram feitos em animais – não em seres humanos.

O jejum intermitente é seguro a longo prazo?

Em algumas pessoas, o jejum pode levar a náuseas, desidratação e até ganho de peso ao longo do tempo. Nenhuma pesquisa até o momento analisou efetivamente os efeitos a longo prazo do jejum no metabolismo. Você também pode comer mais do que você pensou que faria durante os seus dias ou tempos de “festa” também.

Comer alimentos reais, densos em nutrientes, em uma base consistente nos alimenta fisicamente, mentalmente e emocionalmente. Então, se o JI funcionar para você, vá em frente! Mas se isso faz você se sentir ansioso, deprimido ou isolado de alguma forma, pode não ser o melhor plano para você.

Além disso, é interessante mencionar quem não deveria se envolver nesse estilo de dieta: qualquer um que tenha sofrido um distúrbio alimentar ou tenha experimentado comportamentos alimentares desordenados, grávida, amamentando, usando medicamentos que metabolizam alimentos, entre outros.

Não importa quem você é: sempre verifique com seu médico antes de iniciar qualquer novo plano de dieta – especialmente um que inclui o jejum!

Embora a pesquisa nos diga que pode haver benefícios potenciais para algumas pessoas, se as restrições severas causam ansiedade, então não faça isso.

Não há nenhuma razão clara para optar por sair das refeições, então fique com estratégias alimentares consistentes que funcionem melhor para você – sem qualquer vergonha ou culpa que comportamentos extremos possam provocar em muitos de nós.

O jejum intermitente é bom para você?

Jejum intermitente é bom para você
Comendo na hora certa.

O que eu gosto sobre o jejum intermitente é que pode haver benefícios para algumas pessoas prolongarem o tempo que passam sem comida.

Comer mais propositalmente: A maior vantagem do jejum intermitente decorre do fato de muitos de nós comermos com base no cenário, e não nos níveis de fome. Se você está “jejuando” depois das oito da noite, você automaticamente corta as oportunidades de mastigar – e subsequentemente, as calorias.

Melhores hábitos de sono: Se os seus jejuns são restritos no tempo, a falta de lanches tarde da noite pode ajudá-lo a ir para a cama mais cedo – um componente crucial para qualquer plano de perda de peso. Ter sete horas de sono por noite tem sido associado ao controle de peso, redução do risco de doenças crônicas e melhora do metabolismo.

Escolhas de alimentos mais inteligentes: Escolher com frequência o que e quando comer durante um determinado dia pode nos deixar suscetíveis a tomar decisões instantâneas que acabam nos deixando insatisfeitos – seja imediatamente ou quando feito consistentemente ao longo do tempo.

Mas se você sabe que só tem uma certa quantidade de tempo para comer, pode fazer escolhas mais inteligentes quando fizer isso. Simplificando e estruturando o todo “o que devo ter para um lanche?” O cenário é um benefício que muitos entusiastas apreciam.

Como você começa o jejum intermitente?

Se você está pensando em fazer o JI, eu recomendo que você comece pequeno e simples: experimente um “especial de madrugador” para o jantar.

Feche a sua cozinha quando terminar, tente dormir mais uma noite e tome um café da manhã completo no horário habitual de amanhã. Fazer essa mudança é um aspecto do jejum intermitente que todos nós podemos obter.

O que é Jejum Intermitente (JI)?
5 (100%) 7 votes

Adicionar comentário