Guia dos Solteiros

Dicas para solteiros pouparem dinheiro

 

Constantemente temos recebido e-mails de pessoas pedindo dicas financeiras para solteiros. Atendendo a pedidos então, vamos falar um pouquinho sobre o assunto.

Dicas para solteiros pouparem dinheiro

Se você é solteiro por opção ou por separação ou divórcio, existem recomendações que você sempre deve ter em mente em relação ao dinheiro que você usa para si próprio. Uma vez que você é o(a) único(a) que vai gerar renda e que você possui as suas contas para pagar, então nada mais lógico de que, tanto a renda como o controle de despesas, só dependa de você e mais ninguém. Vamos então a algumas medidas simples que você deve ter em mente:

Crie um orçamento

O orçamento é essencial tanto para as famílias como para os solteiros. Você precisa anotar todo real que entra no seu bolso, saber para onde você está destinando este dinheiro e como fazer para conquistar as suas metas pessoais. Se você estiver gastando mais dinheiro do que ganha, você mesmo precisa avaliar as suas contas e fazer um ajuste no seu orçamento, que deve ser o mais detalhado possível.

Algumas pessoas conseguem controlar cada centavo gasto, enquanto que outras pessoas se sentem satisfeitas apenas lançando as despesas na planilha. Faça um orçamento financeiro, onde pode marcar as despesas gastas, mas que seja o melhor para você. Isto porque se você pensar que é muito trabalhoso e parar de usá-lo, então não vai ter utilidade nenhuma.

Pense na sua aposentadoria

O futuro da sua aposentadoria depende unicamente do que você faz hoje. Apesar de que, quem está inscrito corretamente no INSS vai receber no futuro, mas depender somente desta aposentadoria não é bacana, o dinheiro provavelmente será insuficiente. Para os que não estão inscritos é um motivo a mais para se preocupar desde jovem.

Dicas para solteiros pouparem dinheiro

Provavelmente a última coisa que uma pessoa nova, na energia da sua juventude, irá pensar é na sua aposentadoria. Mas a sua atitude enquanto jovem vai decidir qual vida você vai ter na idade avançada.
Uma maneira fácil e que não dá trabalho é fazer um plano de aposentadoria onde o valor mensal já é descontado da sua conta corrente, assim que entrar o salário do mês. Não é necessário uma quantia tão volumosa, em média com 70 reais por mês você já paga um plano básico de previdência privada. Parece pouco, mas ao chegar aos 50, haverá uma quantia bacana, beirando o preço de um apartamento 2 quartos.
Se você não conseguir um plano de previdência com o banco, então o jeito é fazer o depósito todo mês, assim que o salário for depositado. Não importa que você deposite apenas 20 ou 30 reais, porque pouco é melhor do que nada. Então, não se esqueça: quanto mais cedo começar a guardar, maior o montante que você vai ter ao longo dos anos.

Crie um fundo de emergência

Existe uma vantagem de ser solteiro, porque quando aparecer algum problema financeiro, basta apenas que você resolva o seu problema particular e não de uma família toda. A diferença também em relação a um casal é de que mesmo que fique desempregado, teria o seu cônjuge trabalhando e trazendo renda. Mas no caso do solteiro, não existe isto. Por isso precisamos ter o nosso fundo de emergência.
A última coisa que queremos em casos assim é fazer uso de cartão de crédito ou assumir mais dívidas por causa de juros cobrados nos cartões.

Fazer uso de cartão de crédito ou pegar dinheiro emprestado no banco só aumenta nossa dívida. Então é melhor que possamos resolver o nosso problema sem criar outro maior. Assim como a poupança para a aposentadoria, a melhor maneira de criar um fundo de emergência é torná-lo um processo automatizado.
Ao criar um plano de poupança automática você pode começar a poupar dinheiro com pouco esforço.


E então? Curtiu nossas dicas? Que tal começar agora a abrir uma poupança ou contratar seu plano de aposentadoria?

Fonte: Educação Financeira

1 comentário