Guia dos Solteiros

Saiba como escolher o colchão certo para você

Escolha o colchão certo para você

Todo mundo gosta de dormir, mas nem sempre sabe escolher o colchão ideal para as suas necessidades. Uma pessoa que dorme 8 horas por noite passa 1/3 de sua vida dormindo, portanto a escolha do colchão se torna algo mais importante até que a escolha de seu carro. E tem gente que não economiza dinheiro pra nada, mas quando chega a hora de comprar o colchão quer o mais barato de todos. Mas nem sempre o mais barato é o melhor para a sua saúde, e, pensando bem, por que você gastaria R$ 30.000 num carro novo (que você usa no máximo 2h por dia) e não R$ 1.500 num colchão que você aproveitará 8h por noite? Parece papo de vendedor (e é!), mas faz muito sentido.

Cada tipo de colchão se adequa melhor a um tipo de corpo, por isso reunimos dicas de como escolher o colchão certo para que você tenha um sono tranquilo e consiga descansar direitinho.

 

Colchão de espuma

São mais baratos e com menos frescuras. De um modo geral foi separado em densidades por biotipos. Cada densidade corresponde à quantidade de carga que ela suporta e o biotipo indicado para ela. Para um melhor entendimento vamos esclarecer o que é a Densidade D33, D45 e D28: a densidade é a quantidade de matéria prima utilizada na fabricação daquele colchão. Ou seja, D33 quer dizer que ele possui 33kg de matéria prima para suportar até 100Kg distribuídos no colchão, o D45 possui 45Kg de matéria prima para suportar 150Kg distribuídos no colchão e por aí vai. A escolha para casais deve ser de acordo com o cônjuge que requer maior densidade. Já o D18 é indicado para recém-nascidos e crianças até 3 anos. Atente-se que o peso é distribuido no colchão e não apenas em um único ponto, aí é que é necessário utilizar-se da seguinte tabela:

Quanto maior a densidade, mais duro o colchão é. E o colchão ideal é aquele que não é tão mole (dá dor nas costas) e nem tão duro que o seu corpo não consiga se “moldar” nele.

Colchão de mola

Já com o colchão de molas não se fala em densidade, mas ele possui camadas de espumas que podem ser D28, D33 ou D45. De um modo geral o colchão de molas é feito para suportar de 100 a 150Kg dependendo do modelo e das camadas de espuma. Também depende se as molas são ensacadas individualmente ou se são bonnel (existem outros tipos, mas esses são os mais comuns). Se você pesa mais que 120Kg opte por molas ensacadas, pois essa estrutura possui o dobro de molas de um colchão convencional bonnel, ou seja, será mais resistente. A mola ensacada é melhor para pessoas com biotipos mais fortes que tenham uma cama de casal: se o parceiro está dormindo e a outra pessoa deita no colchão, ela não sentirá, porque as molas funcionam individualmente ao toque de cada um.

O colchão de molas tradicional bonnel não fica muito para trás. Ao longo dos anos vem sendo modernizado e melhorado sua qualidade e vida útil. Porém, é indicado para pessoas abaixo de 120Kg. Dependendo do modelo (se for um colchão de alta qualidade) suportará até 150kg.

Importante

Existem órgãos que fiscalizam os colchões. Prefira os colchões selados (com selo de garantia) porque eles passam por todos os testes obrigatórios do INER (Instituto Nacional de Estudo e Repouso), como os testes para verificar o suporte de carga, deformação permanente, tensão de ruptura, e fadiga, alongamento e resiliência da espuma.


O melhor modo de conferir qual o colchão ideal pra você ainda é indo nas lojas e testando todos eles. Não existe um tipo de colchão que seja melhor (molas ou espuma), isso varia entre cada gosto. Não tenha vergonha, deite nos colchões e fique deitado o quanto quiser, o importante é fazer uma escolha segura para a sua saúde!

1 comentário

Receba nossos artigos por e-mail:

Digite seu email:


Política de Privacidade