Bullet Journal: O que é? Para que serve? Como funciona?

Para quem não sabe o que é Bullet Journal segue uma definição: Se trata da metodologia desenvolvida por Ryder Carroll para organização de tarefas. O nome do método se relaciona aos marcadores abreviados e listados. Por exemplo:

  • Opção 1
  • Opção 2
  • Opção 3

Ryder Carroll informou esta ideia ao público pela primeira vez no ano de 2013, atraindo atenção das principais mídias sociais, se tornando famoso nos universos corporativos. Em muitos guias o Bullet Journal é citado conforme sua sigla principal: BUJO.

Utilidade do Bullet Journal

Foto ilustrativa de um Bullet Journal (fonte: gpslifetime)

Para que serve Bullet Journal?

O sistema Bullet Journal serve para que em apenas um bloco de notas você organize informações como:

  • Brainstorming
  • Listas de tarefas
  • Lembretes
  • Agendamentos
  • Entre outras atividades organizacionais

BUJO é útil como sistema organizacional que ajuda você a acompanhar sua vida agitada. Simboliza um truque, o lugar físico para guardar tudo necessário com fins de fazer, lembrar ou prestar atenção. Representa a maneira prática de se manter organizado (a) no mundo cada vez mais acelerado.

É a versão impressa de uma lista de tarefas, lembretes e tudo o mais que você precisar em um só lugar. E não precisa de nenhum gadget ou dispositivo digital sofisticado. Basta apenas a caneta esferográfica e o velho caderno de papel.

Como funciona o Bullet Journal?

Adiante você acompanha os principais elementos para desenvolver um BUJO:

Índice

Primeiro ponto do seu diário. A adição de índice ajuda você a encontrar o que precisa rapidamente. Afinal, todas as informações podem parecer um desperdício se forem desordenadas e ficar difícil de localizar os dados com rapidez.

Registro rápido

Como o nome indica um registro rápido é uma maneira rápida e fácil de gravar qualquer coisa.

Muitas pessoas perdem o interesse em diários ou listas complicadas porque se tornam árduas e pesadas, em vez de úteis. Usando o registro rápido você faz um trabalho ligeiro de qualquer anotação de reunião, lançamento no diário ou lista de tarefas.

Isso envolve anotações com frases curtas e abreviações, sempre quando possível.

Logs de informações

No seu diário bullet deve conter logs ou listas para identificar o que você precisa realizar. Ryder Carroll recomenda o uso de um log futuro, um mensal e um diário.

Dessa forma, você pode ver o que precisa realizar em um nível pequeno, médio e grande. Esse sistema de registro também fornece uma maneira de acompanhar seu progresso ao longo do tempo.

Logs de informação

Exemplos de log de informação

Coleções

As coleções formam uma maneira de consolidar tópicos relacionados.

Você pode adicionar a coleção de livros que deseja ler, restaurantes que gostaria de experimentar ou até as metas de condicionamento físico!

Migração

A migração envolve mover tarefas incompletas para logs atuais ou futuros, a fim de as atividades permanecerem atualizadas.

Se você não concluir uma tarefa de um mês anterior basta migrá-la para seu conjunto de metas atuais ou futuras.

Um dos principais objetivos da migração é ajudar a identificar quais metas e tarefas são importantes para você realmente.

Atenção

Seu Bullet Journal pode conter qualquer informação que você desejar. O objetivo é realizar mais coisas importantes eliminando tarefas irrelevantes, continuando a trabalhar em direção àquelas que importam de verdade.

O diário BOJU é mais sobre sistema do que a respeito de conteúdos. Preencha com o que importa para você!

Começando um Bullet Journal

Iniciando um Bullet Journal (fonte: pretelie)

Dicas extras para iniciantes

Seu diário de anotações é um esquema flexível que permite acompanhar todas as coisas. Portanto, siga estas indicações para começar de modo organizado:

  • Escolha seu caderno Bullet Journal e a caneta.
  • Abra o caderno na primeira página e nomeie como índice.
  • Escreva os números das páginas no canto inferior da folha.
  • É importante que você registre entradas no índice à medida que as adiciona ao seu diário. Isso ajudará a encontrar assuntos rapidamente.
  • Para as tarefas use um marcador de ponto (•)
  • Os eventos devem ter um marcador de círculo aberto (o)
  • As anotações exigem um hífen (-)
  • Use uma estrela (*) para tarefas importantes
  • Marque os trabalhos concluídos com um x
  • Revise as atividades abertas
  • Se a tarefa não for mais relevante marque com uma linha (_)
  • Caso sua tarefa precise ser concluída nos próximos meses transforme o ponto em uma seta à esquerda (<) e a migre para o local apropriado no futuro log
  • Uma vez que a tarefa precise ser concluída no mês atual use seta para a direita (>)

Finalizamos aqui nossas explicações detalhadas a respeito do Bullet Journal. Separamos outras dicas de como organizar melhor o seu tempo. Espero que tenha gostado das dicas!

Imagem destacada: wikipedia

Última atualização:

Renato Duarte Plantier
Renato Duarte Plantier

Formado em jornalismo. Publicitário. Redator de blogs informativos, entre outros. Busco sempre trazer o melhor conteúdo para o meu leitor!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *