4 mitos sobre fazer uma ex-namorada voltar

mitos
1 vote

Mitos sobre ex-namoradas que alguns caras acreditam que são verdadeiros

O fim de um relacionamento é algo bastante doloroso para qualquer pessoa que ainda nutra sentimentos pela outra. A curva dessa dor leva menos tempo para uns, que conseguem se recuperar rápido e partir pra outra. Entretanto, para outros, o sentimento que permanece pode ser comparado ao vício em drogas, pois a pessoa entra num verdadeiro estado de abstinência sem a outra.

Esse fato faz com que a vida do apaixonado vire de cabeça pra baixo, deixando de fazer coisas que antes eram prioritárias. Além disso, começa um processo muito ruim, que é o de muitas vezes correr atrás da ex-namorada, xingar, arrumar confusão, chorar e utilizar qualquer artimanha que possa fazer com que ela volte.

mitos

Fonte: timesofindia.indiatimes.com

O problema maior é que nada disso realmente funciona, só faz com que a outra pessoa tenha raiva, pena ou sinta-se incomodada com essa abordagem. Vamos mostrar alguns mitos que fazem os homens acreditarem que conseguirão voltar com a ex.

Claro que se existir algum tipo de sentimento, qualquer coisa pode dar certo, principalmente deixar a saudade dela aumentar. Contudo, se a sua ex já te superou, todas essas ideias além de não ajudarem, ainda atrapalharão a reconquista.

Os mitos sobre a volta com uma ex-namorada

 

1. Você deve dar um tempo pra ela sentir falta

ex-namorada

Fonte: themodernman.com

Seja para curar as mágoas ou fazer com que a mulher sinta saudades, muitos caras acreditam que o tempo é sempre o melhor remédio para voltar com a ex. Contudo, isso não é garantia de nada, principalmente se for uma relação nova, pois, alguns meses geralmente não são suficientes para criar um laço mais forte entre o casal. Especialistas em relacionamentos, acreditam que os primeiros meses criam uma atração, mas raramente algo sólido. Assim, dependendo de quanto tempo vocês estavam juntos, ela provavelmente terminou com você porque essa atração chegou ao fim, então não espere que o tempo resolva isso.

2. Recusar amizade com a ex

ex-namorada

Fonte: lovebondings.com

Muitos caras recusam uma relação de amizade com a ex por medo de que isso faça com que ela não o veja mais como alguém para um relacionamento amoroso. Parece uma forma de defender seu posicionamento e voltar com ela, mas como dissemos: Se ela terminou é porque a atração, a paixão e qualquer sentimento sexual acabou. Dessa forma, você não perde nada sendo amigo dela. Isso pode ajudar a voltar com sua ex, pois ela pode começar a observar que você mudou e se tornou um homem muito mais interessante.

3. Você deve evitar qualquer “migalha” dela

mitos

Fonte: delas.pt

Outro dos mitos disseminados é o de cortar contato com a ex faz com que os caras acreditem que qualquer reação dela ou interesse mostrado em que ela não pede para voltar, é o mesmo que receber “migalhas”. Entretanto, não é bem assim, já que muitas vezes as mulheres nem sempre expressam o que querem diretamente. Sua ex pode ter medo que você a tenha superado, por isso, muitas vezes podem demonstrar um interesse sutil ou algumas dicas. Além disso, elas podem ter medo da sua rejeição, dessa forma, seja mais maduro e converse numa boa, sem mostrar sentimentos negativos ou desespero em voltar com ela.

4. Uma ex deve ficar no passado

Fonte: marcusneo.com

Sua ex se tornou o que é por algum motivo, muitos dizem, todavia, esse tipo de opinião não deve ser tomada como verdade absoluta. Se você nutre sentimentos por sua ex e acredita que o problema entre vocês pode ser contornado, vale a pena seguir as dicas anteriores e tentar uma aproximação, mas sem forçar a barra, beleza?

Não existe nada de errado em querer voltar com uma ex-namorada, porém, você deve respeitar seus próprios sentimentos e não deixar que isso se torne um foco ruim em sua vida. Se a mulher desistiu da relação de vocês, erga a cabeça e siga em frente. Lá fora existem várias possibilidades e muitas histórias bacanas que você pode experimentar.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *