Guia dos Solteiros

Como manter a privacidade online e cuidar do seu dinheiro na internet

Para garantir que o seu dinheiro na internet estará protegido é preciso saber quais são os principais riscos e como se proteger deles.

As pessoas têm uma grande preocupação com a invasão de seus aplicativos e redes sociais quando estão conectadas, mas muitas vezes não tomam cuidado para proteger algo mais importante: o dinheiro na internet.

Nesse caso não se trata apenas de perder dinheiro investindo em sites maliciosos ou fazendo compras, mas acessar a conta bancária ou realizar transações financeiras com toda a proteção necessária.

Não cuidar desse assunto pode fazer com que a pessoa perca dinheiro e sem que perceba tenha sua conta bancária invadida e roubada. Para evitar esse tipo de situação é preciso que sejam adotadas medidas preventivas que visam a proteção da privacidade e das finanças. Saiba como isso pode ser feito.

Como manter a privacidade online
Informações criptografadas (foto: Pixabay)

Tenha um antivírus atualizado

O antivírus ainda é uma das melhores maneiras de proteger o computador, tablet ou smartphone das ameaças digitais, pois ele consegue detectar irregularidades e não deixa que os vírus se instalem no aparelho. Dessa forma é possível prevenir roubo de senha, acesso às informações pessoais ou destruição de arquivos.

Ter um antivírus não é suficiente para que ele aja, é necessário que ele sempre esteja ativo e seja atualizado com frequência.

A cada atualização são criadas novas barreiras de proteção que o tornam mais eficiente.

Acompanhe o extrato bancário

A melhor maneira de saber que a conta bancária não foi acessada e não ocorreram movimentações irregulares é fazendo a checagem periódica.

Para isso o extrato deve ser analisado com frequência e, ao sinal de qualquer movimentação desconhecida, é preciso entrar em contato com o banco para comunicar.

Nesse caso é indicado que seja feita a alteração da senha de acesso e se adotem outros cuidados.

Use a uma rede VPN para aumentar a segurança

A rede VPN traz segurança por conseguir criptografar os dados que são enviados e recebidos pela internet, o que dificulta a interceptação e, consequentemente, o roubo deles.

Com o uso de uma VPN brasileira é possível garantir uma proteção exta, mascarando a localização exata em que se está, e dessa forma, mesmo em viagens ao exterior poderá acessar o site do banco sem grandes problemas com a geografia.

Cuidado ao acessar o banco

Os bancos disponibilizam aplicativos para serem utilizados pelo smartphone, e dessa forma é possível realizar todas as transações bancárias.

Na hora de baixar é preciso ter atenção se não está adquirindo nenhum aplicativo clonado ou malicioso. Certifique-se de que é o certo lendo os comentários e analisando o desenvolvedor.

Se acessar o site do banco, veja se o endereço está certo. Ele deve começar com HTTPS.

Esse é um sinal de que possui certificado digital e que as transações realizadas são seguras.

Além disso, não deixe de conferir se as informações apresentadas estão corretas, como o nome. Havendo qualquer divergência, saia da página e não digite nenhum dado.

Não use redes públicas

Usar as redes públicas, ou seja, internet de estabelecimentos comerciais ou de outros locais pode ser um problema para proteger o seu dinheiro na internet.

A grande questão é que podem ser acessadas por qualquer pessoa e por haver usuários em rede fica mais fácil acessar os dados deles.

Transações financeiras, como acessar o banco online, jamais devem ser feitas com esse tipo de rede. Se não houver alternativa é altamente recomendável usar uma rede VPN.

O ideal para cuidar bem do seu dinheiro e dados é que o acesso sempre seja realizado de uma rede particular, como a de sua casa.

Atenção ao fazer compras online com cartão de crédito

A clonagem de cartão de crédito e roubo de dados é comum no mundo virtual para quem não toma cuidado.

A primeira coisa a observar é em qual site fará a compra, pois esse deve ser idôneo, ter um certificado de segurança que protege a transação e criptografia de dados.

Uma maneira de fazer essa verificação é parecida com a página dos bancos. No momento do pagamento, o endereço deve ser alterado para HTTPS.

Os dados inseridos são bastante restritos e nunca se deve informar a senha do cartão. Insira apenas o nome completo, número do cartão e código de segurança. Qualquer outro dado do seu cartão de crédito além desses deve ser visto como suspeito e alerta em relação ao seu dinheiro na internet.

Não clique em e-mails

Os e-mails podem ter links que direcionam para páginas maliciosas que roubam informações. Na dúvida, a dica é nunca clicar em links enviados por e-mail.

Se precisar esclarecer algo, entre na página do remetente e verifique a informação.

Os remetentes que forem altamente suspeitos nem devem ter o conteúdo aberto para garantir mais proteção.

Proteger a privacidade e o dinheiro na internet deve ser uma preocupação constante e, se isso acontecer, não é preciso ter receio em usar o recurso para fazer transações financeiras.

Adicionar comentário