Guia dos Solteiros

Dicas para organizar as finanças pós-Carnaval

A época de festas no Brasil só acaba no carnaval. Após natal e ano novo, essa é uma das últimas datas festivas do verão e normalmente interfere no orçamento. Para que você já esteja estável na Páscoa, é preciso colocar a situação financeira em dia.

O primeiro passo é parar, elencar os gastos e organizar a tabela de entrada e saída. Tudo que foi gasto, em média, deve ser registrado, para que assim as contas possam ser diminuídas. Para quem gastou com moderação e poderá manter o mesmo padrão de vida, parabéns. Agora, para os que gastaram mais do que deveriam, vamos passar dicas importantíssimas.

Corte os excessos

Se passou da conta no Carnaval ou durante todo o verão, agora é o momento de ter os pés no chão. Faça suas refeições em casa, evite lanches e restaurantes. Quer ir ao cinema? opte pela Netflix e faça a pipoca em casa, economizando mais um pouco.

As mudanças começam com pequenos cortes. A cada economia, o impacto a curto prazo pode ser pequeno, porém tornando isso uma rotina, o resultado final apresentará números expressivos.

Use o exemplo de Julius, de Todo Mundo Odeia o Chris.
Use o exemplo de Julius, de Todo Mundo Odeia o Chris.

Foque nos maiores gastos

Após fazer as pequenas mudanças, faça uma analise sobre quais são os maiores gastos mensais. Esses valores podem ser referentes a combustível, alimentação, prestações e muitos outros. Tendo os maiores gastos, será possível fazer nova “peneira” e diminuí-los.

Para quem gasta muito com gasolina para ir ao trabalho, busque alternativas como caronas com colegas ou até mesmo o transporte público. No caso da alimentação, como já citado, opte por cozinhas.

Os juros

Se for para deixar de pagar alguma prestação, faça a seleção conforme a taxa de juros. Caso veja que alguma dívida esteja se tornando uma bola de neve, aumentando cada vez mais, deixe de pagar outros serviços e foque em quitar essa dívida.

Uma das grandes armadilhas econômicas são as compras parceladas, principalmente aquelas que comprometem grande parte do orçamento. Esses valores acabam aumentando ainda mais no caso de atrasos. Evite esse tipo de conta e caso tenha, busque quitá-las o quanto antes.

Complemente a renda

Muitas vezes, apenas fazer cortes não é o suficiente. Caso veja que não conseguirá manter o orçamento, opte por pegar trabalhos pontuais como freelancer. Nem sempre são os melhores serviços ou condições, porém esse dinheiro extra pode fazer a diferença no final.

Entre fazer empréstimos, algo que pode acarretar ainda mais em juros, serviços freelancer são uma opção muito melhor, podendo até mesmo abrir portas para outras opções de empregos fixos.

Dicas para organizar as finanças pós-Carnaval
Toda renda extra é importante

Cuidado com o cartão de crédito

É muito importante reduzir os gastos com cartão de crédito (ou até mesmo cancelá-lo). Esses cartões são ótimos, pois oferecem segurança para os usuários. O grande problema envolvendo o crédito, é que você pode gastar aquilo que não tem e acabar perdendo a conta.

Em tempos de crise (no país ou pessoal) é importante apostar no débito e manter todas as contas sob controle. Caso use o cartão de crédito, anote todos os gastos. Uma planilha, que pode ser criada gratuitamente nas nuvens, como o serviço “Docs” do Google, servirá muito bem para o acompanhamento e soma dos gastos.

Adicionar comentário

Receba nossos artigos por e-mail:

Digite seu email:


Política de Privacidade