Guia dos Solteiros

25 dicas para economizar: Como evitar gastos desnecessários

Com os 25 conselhos que você aprende ao ler este artigo vai sobrar mais dinheiro para pagar as contas ou economizar a fim de se preparar aos futuros imprevistos.

Gastar ou economizar? Esta é uma dúvida frequente no dia a dia de grande parte das pessoas solteiras. Saiba que fazer economia em algumas ocasiões pode gerar a reserva importante no sentido de investir ou até realizar gastos emergenciais.

Algumas correntes psicológicas já indicam que o ser humano tem a tendência de comprar por impulsão, conforme sentimentos do momento. Assim, sendo alguém menos impulsivo você possui mais chances de ficar com a carteira sempre repleta de notas. Confira os 25 aconselhamentos que ajudam em evitar custos dispensáveis.

1 – Ir de barriga cheia ao supermercado

Ao colocar esta regra em prática você já colhe os benefícios imediatamente. Na hora de ir às comprar procure antes fazer uma refeição na sua casa.

Comprar sem sentir fome diminui a impulsão de adquirir guloseimas que custam caro e possuem baixos valores nutricionais, o que pode gerar economia na hora de pagar as compras.

Cuidado com os mercados
Cuidado com os mercados (Fonte: stevepb / Pixabay.com)

2 – Dispensar a pizza de domingo

Uma pizza no domingo é algo comum na vida de quem mora só e não tem tanta disposição de cozinhar em um dia de descanso.

Mas, fazer isto em todos os finais de semana gera uma conta alta, não apenas à sua conta corrente como também ao crescimento da banha na barriga.

3 – A balada é em casa

Atividades em casa são quase sempre mais em conta do que sair para comer. Juntamente com amigos (as), você pode preparar deliciosos pratos ou pedir à cada convidado contribuir trazendo um prato.

Um divertido jogo, o filme no Netflix ou a conversa animada completam a noite. Alimento caseiro é barato e saudável!

4 – Faça o presente ao invés de comprar

Há muitas coisas criativas que você pode produzir e embrulhar como um presente. Algumas ideias: Cremes, sais de banho, aromatizadores, puffs, entre outros.

Um presente caseiro cria uma atenção especial. Lindamente embalado e com a mensagem pessoal escrita à mão, você cria um ótimo produto sem gastar tanto dinheiro, lembrando que existem ferramentas para convites online.

5 – No domínio das regras dos 10 minutos

Antes de comprar qualquer coisa, pare e reflita se precisa realmente

Caso a vontade seja incontrolável segure o item em sua mão por cerca de dez minutos e olhe ao redor da loja um pouco mais.

Uma vez que haja pretensão de grandes compras leve 30 dias para pensar se comprar é necessário realmente, no mínimo.

Pense antes de comprar
Pense antes de comprar (Fonte: klimkin / Pixabay.com)

Você também vai gostar:

Como Economizar Gás de Cozinha

6 Dicas para Economizar na Conta de Luz

6 – Calcule o quanto você precisa trabalhar para comprar

Se a regra de 30 dias ou 10 minutos não funcionar bem para evitar compras espontâneas calcule seu salário por hora.

Exatamente, esteja ciente de quanto vale uma hora de seu horário de trabalho. Retire impostos ou taxas e considere coisas como o tempo de deslocamento.

Isso ajudará você a entender o quanto precisa trabalhar para adquirir um determinado produto, o que ajuda a te fazer pensar melhor sobre se é ou não indispensável realizar as compras.

7 – Com a listinha na mão

Escreva uma lista de compras e siga sem erros. Se concentre e diga a você mesmo (a) que é necessário adquirir apenas os itens listados, independentemente da tentação das ofertas, em principal quando se está fazendo o supermercado ao mês ou à semana.

Para pequenas compras no supermercado compre sem o carrinho.

8 – Limpeza geral do guarda-roupa

Limpe seu guarda-roupa! Muitas vezes compramos coisas que não precisamos realmente.

Se você quiser economizar algo ou precisar de dinheiro olhe mais de perto para o seu guarda-roupa. Certamente há algumas peças que se pode vender para colegas, brechós ou sites de vendas online.

Além de ganhar algum cliente com esta medida você também consegue reservar mais espaço no guarda-roupas.

9 – Consertar é mais barato do que comprar

No passado as roupas eram consertadas com mais frequência, quase todas as casas tinham pelo menos uma máquina de costura.

Hoje as camisetas com pequenos problemas já são jogadas no lixo de forma descuidada. Por que não reparar os vestuários ou fazer uma nova confecção com dois conjuntos velhos?

Experimente! É mais fácil do que parece. Assim se pode economizar dinheiro, com um pouco de habilidade e criatividade você desenvolve criações de fazer invejar.

10 – A troca também pode valer a pena

Quase todo mundo conhece o problema: Roupas velhas são chatas e legal seria poder usar uma peça nova em cada semana, pelo menos.

As roupas ainda estão em boas condições? Você pode promover uma festa de troca de vestidos ou calça jeans. Se organize com amigos (as) e promova um evento que serve para realizar as trocas de roupas.

11 – Água é o elixir da vida e do bolso

Beber água com frequência e na hora certa é bom para a sua saúde. Mas, isto também soa como algo agradável à carteira, especialmente se você não compra a opção engarrafada, e, em vez disso, recorre à água do filtro.

Vale a pena até ferver a água da torneira antes de despejá-la em um recipiente que segue direto para a geladeira. O potencial de economia é enorme, além de a bebida custar menos do que refrigerantes ou sucos artificiais.

Água é a bebida mais pura.
Água é a bebida mais pura (Fonte: ronymichaud / Pixabay.com)

12 – Para economizar evite as refeições prontas

Em vez disso, cozinhe o dobro do que você precisa! Depois de um longo dia no trabalho ou na sala de aula algo comestível deve ser servido rapidamente.

Ao invés de recorrer ao serviço de entrega ou às refeições prontas, cozinhe o dobro do necessário para apenas uma refeição. Desta maneira é possível quase sempre ter a opção na geladeira que pode ser aquecida em qualquer momento.

13 – De olho na produção no próprio jardim

Você pode usar o seu próprio jardim para plantar ervas, legumes e verduras. Mora em um apê pequeno? Sem problemas, também dá para projetar uma horta menor nos mínimos espaços da cozinha ou área de serviço.

Sem contar que plantar é uma excelente maneira de evitar os produtos naturais de supermercado que estão repletos de impurezas e agrotóxicos nocivos à saúde humana.

Frutas, nozes e ervas! Mesmo se você não tiver seu próprio jardim existem várias maneiras de obter ingredientes frescos ou naturais sem deixar muito dinheiro no supermercado.

14 – Cozinhar por conta própria

Com um pouco de conhecimento, amor e habilidade, você pode criar deliciosos alimentos ou remédios benéficos para curar as suas gripes.

Potes de geleia e suco não precisam ser comprados, pois as opções caseiras custam menos dinheiro, embora possuam um sabor agradável sem conservantes.

O quê? Você apenas consegue preparar macarrão instantâneo e ovo cozido? Calma, na internet já existem diversos tutoriais que te ensinam a virar um verdadeiro chef gourmet.

15 – Menos vícios e mais dinheiro no bolso

Hábitos como o consumo de álcool, cigarros, café e cerveja podem consumir seu dinheiro rapidamente. Com alguma força de vontade e apoio de amigos ou familiares você pode viver mais saudável, economizando uma quantia considerável.

Pode até ser que nos primeiros dias você sinta um pouco de mal-estar ou depressão. Mas, acredite, dentro de pouco tempo é possível se tornar uma pessoa mais feliz por notar que a conta corrente está positiva pela ausência de custos inúteis com vícios.

Vício custa caro
Vício custa caro (Fonte: Free-Photos / Pixabay.com)

16 – Em busca de uma venda de garagem

Nos termos práticos podemos dizer que a venda de garagem representa uma excelente maneira de você comprar ou vender tudo o que quiser, e, ainda por cima, na forma correta ecologicamente, colaborando para um mundo mais sustentável.

Muitas coisas ao apartamento e jardim ou até seu guarda-roupa não precisam ser algo novo.

Itens usados ​​bem-preservados são tão úteis e muitas vezes custam menos da metade. Descubra onde existem vendas de garagem próximas da sua residência, pode ser até os brechós ou sebos que também comerciam itens de casa.

Dá para encontrar diversas promoções nos grupos das redes sociais ou em sites que vendem itens usados.

Tome cuidado: As vendas de garagem podem fazer você comprar sem sentido, o que quase sempre gera um arrependimento no futuro, cedo ou tarde.

Mantenha uma lista de produtos que você precisa de verdade e use a regra de 10 minutos para evitar gastos de dinheiro.

17 – Dá para economizar até na lâmpada!

As lâmpadas LED custam mais caro, mas consomem apenas cerca de dois a até dez por cento da eletricidade se comparar às lâmpadas convencionais.

Como resultado, você economiza de duas formas diferentes. Primeiro por causa da durabilidade das lâmpadas e segundo pela diminuição na conta de energia elétrica. Hoje em dia é fácil comprar este produto em qualquer supermercado.

18 – Economia de combustível

Além de optar por um veículo econômico é importante seguir algumas recomendações para poupar combustível, cujo descuidado com os gastos pode gerar prejuízo aos proprietários.

Se você limpar o filtro de ar regularmente, e, substituí-lo de vez em quando economiza até sete por cento em combustível, o que pode ser feito em apenas alguns minutos.

Além da substituição do filtro de ar, você deve sempre prestar atenção à pressão correta do pneu para não desperdiçar gasolina ou etanol.

19 – Atenção ao comprar eletrodomésticos

Refrigeradores, aspiradores de pó, máquinas de lavar e outros eletrodomésticos costumam ser baratos para comprar. Mas, especialmente com esses dispositivos é importante prestar atenção aos custos durante toda a vida útil.

Um dispositivo pode custar 200 reais a mais, mas depois de dois anos consome 20% adicionais de energia, saindo mais caro no final das contas ao longo prazo.

20 – Pesquisa de supermercados

Cerca de duas vezes por ano você deve verificar se o seu supermercado é a sua opção mais econômica realmente.

Faça uma lista de 20 a 40 produtos que você compra regularmente. Em seguida, compare todos os supermercados que são adequados para você.

Se você achar que outro mercado é mais barato faça suas compras semanais lá. No entanto, depois de alguns meses você deve repetir o teste.

Pesquisar é um dos segredos para economizar
Pesquisar é um dos segredos para economizar (Fonte: igorovsyannykov / Pixabay.com)

21 – Supermercado online

Sabia que hipermercados e até mercadinhos de esquina agora possuem sites que oferecem para você a compra online? Ao visitar diferentes páginas dá para comparar com rapidez as diferentes ofertas e assim descobrir qual estabelecimento vende a preços em conta.

Considere que ao comprar online as compras da semana você também economiza com gasolina, estacionamento e até nas horas que levaria para adquirir todos os produtos no próprio supermercado.

22 – Nunca é tarde demais para cortes

Verifique as despesas regulares! Muitas das coisas de preços elevados em nossas vidas são deduzidas a cada mês. Aluguel, eletricidade, água, contratos de telefonia móvel, seguro, prestações de crédito e muito mais.

Você deve listar esses custos pelo menos uma vez a cada doze meses e verificar as possíveis economias que podem ser realizadas.

23 – Produção de produtos para limpeza

Use produtos domésticos 100% naturais. Você sabia que também pode fazer produções com plantas diferentes? As folhas e raízes das ervas geram sabão, sendo possível produzir detergentes naturais grátis, xampus e gel de banho.

Com cascas de batata e de limão junto com água você faz até um desinfetante para limpar a casa, deixando tudo cheiroso, sem excessos de bactérias nocivas à saúde.

24 – Comprar na época certa para economizar

Natal, Páscoa e Ano Novo vêm todos os anos. Decorações para a árvore ou cartões também são itens sempre bem-vindos em tais datas especiais.

Mas, todas estas coisas possuem preços baratos depois ou antes das festas. Planeje com antecedência e compre o enfeite em janeiro, por exemplo, não no mês de novembro. Isso faz você economizar anualmente.

25 – Prudência nos produtos de marca

Adquira marcas nacionais em vez de nomes de produções de selos famosos, o que pode gerar uma economia de até 40% em cada compra.

Muitas vezes produtos baratos são feitos nas mesmas fábricas e com os mesmos ingredientes que as produções de fabricantes que custam caro.

Pense bastante antes de gastar dinheiro
Pense bastante antes de gastar dinheiro (Fonte: leninscape / Pixabay.com)

Dica extra para economizar: O uso do transporte

Uma vez que você mora em um lugar com rede de transporte público desenvolvido é melhor deixar o carro na garagem ou não comprar veículos.

Ônibus e trens não só geram economia de dinheiro como ajudam a manter o corpo em forma já que você precisa caminhar da sua casa até ao ponto ou à estação.

(Fonte da imagem em destaque: stevepb / Pixabay.com)

Adicionar comentário