Guia dos Solteiros

Como se libertar da dependência emocional

Caros solteiros e solteiras, o problema tratado hoje pelo post é muito comum. Mesmo que vocês não tenham nenhum tipo de relacionamento amoroso, com certeza conhecem alguém que já passou por isso, ou que vai passar. Hoje o Guia dos Solteiros vai te ensinar a se libertar das amarras da dependência emocional! Ou quem sabe seja útil para um/a amigo/a.

Situação hipotética:

João (nome fictício) finalmente começou a namorar. Sua namorada Ana (também fictícia) é linda, cheirosa, inteligente… quase perfeita. João gosta tanto dela que acaba esquecendo de si mesmo. E então o que parece normal num começo de namoro pode se tornar um inferno: João não sai mais com os amigos, não se dedica mais tanto ao emprego, não quer saber de nada que não tenha relação com a Ana. Só gosta das coisas que ela gosta, só faz as coisas que ela possa estar presente… Até que um dia, acaba. E é o fim do mundo, pois João não tem mais vida própria.
A vida sem Ana não faz sentido, pois João não sabe mais quem ele é, ou o que gosta de fazer. Não tem mais amigos, não tem hobbies próprios. E o pior de tudo: Ana terminou justamente porque queria mesmo era um namorado, não uma sombra. Queria alguém que tivesse opiniões próprias e que sempre pudesse descobrir algo a mais, acrescentar alguma coisa em sua vida.

Em um concurso para o lançamento do perfume do cantor Justin Bieber, a americana Laina Walker fez uma paródia da música “Boyfriend”, com o título de Overly Attached Girlfriend (algo como “Namorada Super Grudenta”). Dá uma olhada:

Claro que a Laina fez o vídeo como uma forma de brincadeira, mas situações como esta ocorrem mais do que a gente imagina, independentemente da idade, sexo ou orientação sexual. Então como fazer para não cair nessa furada e ter um relacionamento saudável e duradouro? Veja aqui as nossas dicas:

• Mantenha os encontros semanais com os amigos (sem o/a namorado/a!);
• Tenha alguns hobbies em separado da pessoa amada;
• Não ligue ou mande mensagens o tempo todo;
• “Eu te amo” não é bom dia. Guarde para ocasiões especiais ou as palavras começarão a perder o sentido;
• Lembre-se que ninguém é de ninguém, portanto dê liberdade para a pessoa fazer o que gosta;
• Conheça os amigos da pessoa amada e não tenha ciúmes deles;
• Reserve um tempo para você.

O importante é cada um ter sua própria vida, e não viver a vida do outro. Seguindo estas dicas, seu relacionamento será muito mais feliz, maduro, estável e saudável.


Tem mais dicas? Deixe nos comentários!

1 comentário

Receba nossos artigos por e-mail:

Digite seu email:


Política de Privacidade

300-101   400-101   300-320   300-070   300-206   200-310   300-135   300-208   810-403   400-050   640-916   642-997   300-209   400-201   200-355   352-001   642-999   350-080   MB2-712   400-051   C2150-606   1Z0-434   1Z0-146   C2090-919   C9560-655   642-64   100-101   CQE   CSSLP   200-125   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-075   300-115   AWS-SYSOPS   640-692   640-911   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   000-089   000-105   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410