Guia dos Solteiros

Pílula do Dia Seguinte: aprenda como ela funciona!

Conheça tudo sobre a pílula do dia seguinte: como funciona, quais efeitos colaterais e como utilizar. Clique aqui e confira agora!

Se você teve relaçao sexual sem proteção e não sabe o que fazer agora, antes de tudo, saiba que a pilula do dia seguinte trata-se de um medicamento e sua eficácia dependerá de alguns fatores como: o tempo que ocorreu a relaçao sem proteção até fazer uso do medicamento,  a quantidade de vezes que já tomou e etc.

Portanto, se você chegou até nosso site, é provável que alguma situação fora do seu controle tenha acontecido.

Tudo bem! Não precisa desesperar, sente-se, mantenha sua atenção e vamos ajudá-lo(a) da melhor maneira possível, pois através desse artigo iremos esclarecer as dúvidas sobre essa “tal” pílula do dia seguinte.

pilula do dia seguinte

Como ela funciona?

Seja qual for a sua situação, primeiro é preciso alertar que a pílula do dia seguinte não é um método contraceptivo e não previne as doenças sexualmente transmissíveis (DST) e nem a AIDS!

Se você  está no auge de sua vida sexual ativa, é melhor não esquecer de ter sempre camisinhas na bolsa ou na carteira, porém se sua decisão é por não usá-la, marque o mais rápido possível sua consulta com um profisional médico ginecologista, que poderá sanar todas as  dúvidas e ajudar em sua melhor escolha contraceptiva para evitar a gravidez e doenças sexuais.

A pílula do dia seguinte funciona agindo para que o processo de fecundação seja impedido. Esse medicamento impede ou diminui o processo de liberação do óvulo no ovário, o que dificulta a fecundação pelos espermatozóides.

Por isso, é necessário saber que existem dois tipos de pílula do dia seguinte: dose única e em dois comprimidos. No segundo tipo de pílula, tem-se um intervalo de 12 horas entre a primeira e a segunda dose.

O medicamento deve ser ingerido o mais próximo possível da relação sexual sem proteção. Em geral, pode ser utilizado até 72 horas mais tarde, mas quanto antes, melhor!

Se a pílula for tomada nas primeiras 24 horas após a relação sexual desprotegida, é eficaz em até 95%. Essa porcentagem vai diminuindo conforme for passando o tempo de intervalo entre a relação e a ingestão.

 

Qual é a função da pílula do dia seguinte?

pilula dia seguinte

A única e exclusiva função deste medicamento é  impedir o encontro do espermatozoide com o óvulo e evitar a gravidez antes que ela seja iniciada! A pílula do dia seguinte não é abortiva pois trata-se de um contraceptivo de emergência! E seu uso recorrente tem efeitos colaterais expressivos, como por exemplo desrregular os hormônios do corpo e provocar atrasos no ciclo menstrual.

Se já passou algum tempo da relação sexual e óvulo já fundiu ao espematozóide, é possivel que o zigoto (o encontro entre os gametas) já esteja instalado na parede do útero, isso trata-se de uma gravidez e acontece em poucos dias!

Sendo assim, é preciso estar atento também ao fato que, se usada de forma recorrente e em seguidas vezes, a pílula do dia  seguinte vai perdendo sua eficácia, ou seja,  ela pode não fazer efeito no organismo!

Para finalizar leitores e leitoras, espero que este artigo tenha sido útil. Se houver mais dúvidas e quiser esclarecimentos, deixe aqui seu comentário ou sugestões. Fique  sempre atento ao nosso site, há muitas dicas importantes para  vocêr cuidar da sua saúde!

1 comentário