Guia dos Solteiros

10 dicas para comprar móveis para quem mora sozinho

Você mora sem ninguém em um lugar pequeno? Não tem ideia de como comprar os móveis e fazer uma decoração agradável? Veja só estas dicas!

Grande parte das pessoas que mora sozinha reside em apartamentos pequenos. Isto pode ser um desafio, principalmente quanto à compra dos melhores mobiliários que não ocupam espaços grandes e são úteis ou confortáveis.

A maioria dos condomínios hoje em dia possui unidades pequenas que servem para quem tem uma vida prática e às vezes está mais tempo fora do que dentro de casa. Mas, se você trabalha em home office pode também sentir bem-estar quando estiver na sua casinha, desde que saiba planejar as compras dos móveis.

Não aguenta mais ver a mesa da vovó ocupando grande parte do espaço útil da sala? Bate sempre o dedinho no criado-mudo que não cabe quase nada? Até tem vergonha de convidar pessoas para uma festa em seu apê? Brincadeiras a parte, leia os 10 conselhos para adquirir móveis às residências de solteiro.

Guia prático do mobiliário para residências pequenas

Primeiro compre o mobiliário grande
Inicialmente compre o mobiliário grande (Fonte: ErikaWittlieb / Pixabay.com)

1: O primeiro conselho é comprar os móveis maiores e apenas depois se planejar para adquirir os produtos menores ou aqueles acessórios indispensáveis. Desta forma você pode pensar melhor nas suas prioridades de uso e ao mesmo tempo definir com mais tranquilidade a proposta decorativa dos ambientes.

2: Opte por comprar online prioritariamente. Assim você pode analisar os modelos com as medidas que melhor se encaixam nos espaços reservados, acessando a internet, sem sair de casa, visitando milhares de comércios eletrônicos.

Existem muitas lojas virtuais confiáveis para fazer a sua compra. Alguns exemplos são Marabraz, Mobly, Colombo, entre outras.

Faça uma pesquisa completa antes de comprar
Faça uma pesquisa completa antes de comprar (Fonte: Life-Of-Pix / Pixabay.com)

3: Economia é uma palavra-chave para quem mora só e precisa pagar todas as contas em dia. Sendo assim, você pode investir em móveis usados à venda na internet ou nas lojas físicas.

Também é possível aprender a construir os próprios móveis sustentáveis com os cursos da internet a respeito do assunto ou em outros artigos que publicamos no blog Guia de Solteiro.

Veja como fazer um puff com pneus usados.

4: Simulações também ajudam a vida na hora comprar móveis. Se você não tem aplicativos de simuladores de engenharia ou arquitetura pode fazer a medição dos móveis de forma analógica, antecipadamente.

Selecione uma fita crepe e marque os espaços em que devem ficar os móveis grandes ou pequenos. Assim você consegue desenvolver o planejamento antes de comprar a mobília.

Sofá-cama combina com diferentes decorações
Sofá-cama combina com diferentes decorações (Fonte: KakaduArt / Pixabay.com)

5: Multifuncionalidade também vem a calhar nos espaços menores da residência. Por exemplo: Sofá-cama pode permitir que a sala e o quarto sejam o mesmo cômodo, assim como os beliches valem a pena para você ter um leito extra na casa menor.

Imagine que um banco maior pode servir também como a mesa de centro da sala. Já a cama-baú permite dispensar o uso de guarda-roupas grandes que ocupam excesso de espaço.

6: Certo, você é uma pessoa solteira que possui bastante dinheiro reservado no orçamento para a mobília. Nestes casos nada melhor do que investir em marcenaria planejada para otimizar o espaço sem riscos de perder conforto.

Instale prateleiras no quarto, nas salas ou na cozinha
Instale prateleiras no quarto, nas salas ou na cozinha (Fonte: Pexels / Pixabay).

7: As paredes são úteis para gerar mais circulação, desde que sejam bem-planejadas. Instale prateleiras de madeiras práticas para limpar e resistentes em aguentar os seus livros ou outras coisas que não precisam ser acessadas em todo momento.

8: Design é um quesito que você deve tomar cuidado ao comprar seus móveis. Ao considerar que há espaços pequenos em sua casa opte por mobílias que possuem superfícies retas, que prolongam a noção do espaço, geram continuidade e preenchem a decoração sem prejudicar tanto a circulação.

Evite tons fortes e muito coloridos
Evite tons fortes e muito coloridos (Fonte: Free-Photos / Pixabay.com)

9: Texturas e cores, tome cuidado com as suas escolhas. É bacana a gente ter oportunidade de escolher os nossos tons favoritos quando estamos morando sem ninguém, isto dá até aquela sensação de autonomia.

Mas, os projetistas indicam que para as decorações em locais pequenos é mais indicada a utilização de mobiliário com cores neutras ou sóbrias. Escolhas muito coloridas e vivas podem gerar excesso de informação, ou seja, a temida poluição visual.

10: Planeje os móveis do seu apartamento com uma regra básica, menos é sempre mais na decoração. As escolhas menores são sempre bem-vindas.

Fonte da imagem destacada: Life-of-pix / Pixabay

Adicionar comentário